×

Utilize o teclado para navegar, com Ctrl + nº da tecla

Ctrl + 1 (menu) Ctrl + 2 (conteúdo) Ctrl+ 3 (busca) Ctrl + 4 (mapa) Ctrl + 0 (acessibilidade)

A +

A -

Padrão


Original

Contraste
Notícias

Ações de monitoramento do borrachudo previnem proliferação


Data de publicação: 28 de agosto de 2015
Crédito da notícia: Assessoria de Imprensa


Realizado de forma regular durante todo o ano pela Secretaria de Infraestrutura, através do Departamento de Meio Ambiente, o controle do mosquito borrachudo tem sido intensificado com a chegada do calor. Em Nova Bassano, 14 localidades entre urbana e rural, estão sendo monitoradas quinzenalmente, pela Bióloga Barbara Miotto, responsável pelas ações de averiguação dos cursos d’água, observação da existência ou não de larvas do simulídeo (Borrachudo), além do grau de infestação. Já foram monitoradas as localidades de São Roque, Pitangueiras, São Paulo (Décima), São Paulo Caçador, Santa Terezinha, Vila Seca, Tredezeta, São Pelegrino e Bassanense. Após a análise técnica, verifica-se a necessidade de aplicação do BTI. Esta ação faz parte do Programa de Controle do Simulídeo (Borrachudo) do município que acontece desde 2010 e segue as normas e recomendações do Programa Estadual. Desde o inicio deste ano, 2 ciclos de aplicação do BTI já foram realizados e o controle do borrachudo é feito em parceria com o Departamento de Meio Ambiente, Secretaria da Saúde, Emater e comunidades do interior. Para evitar a proliferação do Borrachudo todos podem  colaborar com ações de pequenas proporções como não jogar lixo na água, limpar córregos e rios, retirando entulhos, folhas e galhos onde as larvas se abrigam, evitar o lançamento de dejetos orgânicos nos córregos e manter as áreas de criação de animais longe desses locais, preservar e recuperar a mata ciliar. Por tanto, faça a sua parte. 

© Copyright 2019 - Todos os direitos reservados
Dynamika Soluções Web Ltda